Comcap ajuda na limpeza das praias

img_1829

Equipe passará o dia trabalhando nas praias de Itajaí

Nesta manhã, o prefeito Volnei Morastoni visitou o andamento da limpeza das praias de Itajaí. Na praia do Atalaia, junto ao molhe, Morastoni visitou os voluntários da Comcap – Companhia de Melhoramento da Capital, que de Florianópolis, vieram com caminhões, máquinas e cerca de 40 voluntários que voluntáriamente vieram para Itajaí, ajudar na reconstrução e limpeza da cidade. 

Wilson Lopes, presidente e Edson Rosa, diretor de operações da Comcap, explicaram para o prefeito a ajuda vinda de Florianópolis e que os funcionários vieram voluntáriamente para Itajaí. “Fizemos uma campanha de donativos também e trouxemos um caminhão cheio de roupas, água e alimentos”, diz Wilson. O prefeito agradeceu a ajuda vinda de Florianópolis e disse que vai ligar para o prefeito Dário Berger para agradecer a ajuda da Comcap. 

comcap02

Morastoni recebe presidente da Comcap

Na praia do Atalaia, a companhia retirou toneladas de entulho, árvores, galhos e muita sujeira que se acumula nas areias da praia. Segundo Morastoni, em menos de 10 dias tudo será limpo. “Estamos com a ajuda de outros municípios, como FLorianópolis, que nos enviaram máquinas e pessoal para a limpeza da cidade”, diz.  Para o prefeito, a rápida limpeza de Itajaí é algo de suma importância, pois representa devolver a auto-estima da cidade. “Estamos num esforço grande para limpar Itajaí e agradecemos a ajuda de todos”, finaliza Morastoni.

Texto e Fotos: Rafael Weiss – SC/02094-JP

Anúncios

2 Respostas to “Comcap ajuda na limpeza das praias”

  1. Elias dos Santos Says:

    Falha Estratégica

    Ontem, 06/12/2008, por volta das 9:00 horas, algumas pessoas da comunidade, dentre elas eu me incluo, realizamos um mutirão com o objetivo de limpar a praia de Cabeçudas, visto que desde a enchente a praia permanecia completamente suja com toneladas de entulhos. Os trabalhos se iniciaram pela manhã e perduraram por todo o dia. No início, estávamos em cerca de 5 ou 6 pessoas. No final do dia já éramos mais de 20. Encontramos na praia peixes mortos, cobras vivas, dentre elas algumas venenosas. Um trabalho duro em que destaco a participação de várias mulheres incansáveis.

    Estamos em um momento difícil para a comunidade de Itajaí com muitos problemas acumulados a serem resolvidos. Necessário se faz que se tracem estratégias com ordem de prioridade, nem é preciso mencionar que a preservação da vida humana é a primeira delas.

    Em um certo momento da tragédia, estabeleceu-se que as praias seriam um dos últimos lugares a serem limpos, priorizando inicialmente a retirada dos entulhos das ruas da cidade. Serviço que demandaria vários dias, 20 ou 30, talvez. Decorridos todos esses dias, estaremos muito próximos do Natal e Ano Novo. Nossa região tem a preponderância do turismo como combustível econômico. Nossas praias ficam repletas de turistas nas datas citadas e em todo o verão, é fato. Quem programa uma viagem o faz com antecedência. Tendo que escolher entre ir a uma região com praias sujas ou limpas (centenas), obviamente a opção do turista seria pelas últimas.

    Estrategicamente, limpar as praias teria um efeito muito mais abrangente em termos de recuperação do Município de Itajaí. Não quero dizer que a limpeza das ruas não seja importante, mas considerando que:

    – a limpeza das ruas demandaria 20 ou 30 dias com força total,
    – a limpeza das praias demandaria 5 horas, mais ou menos (tendo em vista que juntamos quase todos os entulhos, sem ferramentas adequadas, com pessoas sem experiência nesse tipo de trabalho, na maior parte do tempo com 5 ou 6 pessoas),
    – a importância das praias limpas para o turismo,
    – nossas praias estão dentre as mais belas do país,
    – a importância da próxima temporada para a recuperação econômica do Município de Itajaí,
    – a época de maior movimento de turistas na região se aproxima,
    – muitos turistas estão indecisos quanto a vir ou não para a nossa região na próxima temporada,
    – mostrar para o mundo uma praia limpa atrairia os turistas,
    – se a praia pode ser usada ou não após a limpeza, não é motivo para não limpar porque mais perigoso seria deixá-la suja com cobras e animais mortos.

    Limpar as praias antes das ruas, seria estrategicamente prioritário. Infelizmente, os inteligentes não enxergam o óbvio. Não sei quem estabeleceu a estratégia. Sinceramente acredito que foi uma falha.

    Elias dos Santos, morador do bairro de Cabeçudas, Itajaí, 07/12/2008, 8:30 horas.

  2. Guilhermina. Says:

    Parabens a diretoria da comcap pela iniciativa .São ações deste tipo,que nos fazem sentir orgulho de fazer parte desta empresa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: