Famai recomenda que a população não vá à praia

 

O alerta é devido às doenças causadas por bactérias como o tétano e a leptospirose, entre outras doenças bacterianas e provenientes de fungos. Hoje, 03, os fiscais da Fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai) foram às praias para verificar o acúmulo de lixo e de animais mortos que foram depositados na orla de Itajaí em decorrência da enchente.

 

De acordo com o coordenador técnico jurídico da Famai, Marcos Bohon, a população deve tomar cuidado e não freqüentar as praias até que os técnicos da Fundação do Meio Ambiente (Fatma) analisem a qualidade da água em alguns pontos das praias e apresentem um laudo de balneabilidade.

 

Troncos de árvores, isopor, plástico, vidro e móveis trazem às praias um cenário resultante da enchente que atingiu mais de 90% da população de Itajaí. Os cantos norte e sul da praia Brava, Atalaia, Jeremias e Cabeçudas estão totalmente afetados.  Segundo Bohon, é prioritário limpar a cidade, que está intransitável e com forte odor em alguns pontos. “A remoção dos entulhos nas praias será efetuada após a limpeza na cidade”, finaliza.  

 

Fundação do Meio Ambiente de Itajaí (Famai)

Marcos Bohon – 9979 0056

Assessoria de imprensa: Deise Trainotti – 99336202

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: